Escolha uma Página
Olá, tudo bem? 😀
Tá pensando em visitar Foz do Iguaçu? Então vou compartilhar com você o roteiro que fiz na minha viagem e algumas dicas importantes. Este guia é uma excelente opção para quem vai passar 4 dias e deseja aproveitar ao máximo cada minuto. Vou compartilhar dicas de passeios, transportes, restaurantes e hospedagem.
DIA 01
Cheguei em Foz na sexta-feira (21) de abril, por volta das 13h. Deixei minhas malas no hotel e segui direto para  a Usina de Itaipu.
Transporte: Peguei o Ônibus da linha 102 ($3,45) e desembarquei no Terminal de ônibus de Foz. Lá peguei outro ônibus, linha 113, que deixa na porta da Usina.
Fiz a  Visita panorâmica com explicação de guia e ela contou com 3 paradas: Mirante do Vertedouro; Porto Kattamaram; e Mirante Central. surpreendente!!
Ingressos: R$36,00
Duração da visita: aprox. 2h
NOITE
Estava morrendo de fome, então jantei na churrascaria Rafain. Eles oferecem um rodizio de carnes dos deuses e um buffet com opções de várias comidas magnificas. Vale muito a pena. A melhor parte é o  Show Latino Americano que conta com apresentação de danças de 8 países da America do Sul. É lindo e muito emocionante.
O preço do jantar + espetáculo+ transporte CVC foi $ 135
Apesar do preço ser um pouco salgado, vale muito a pena. E um investimento gastronômico e cultural.
( Avenida das Cataratas, 1749 Vila Yolanda, Foz do Iguaçu )
DIA 02
MANHÃ E TARDE
Fui Conhecer O Parque Nacional Iguazú, localizado no lado Argentino. Como estava viajando sozinha preferi ir com a CVC. O valor do transporte até às Cataratas foi $50.
Neste passeio você fará uma trilha que passará por vários mirantes até chegar na Garganta do Diabo. A vista é magnifica. O lado Argentino tem uma estrutura mais “selvagem”, as trilhas são mais longas, e oferece uma visão privilegiada das quedas.
Transporte – fiz este passeio com a CVC, o transfer custou $70
Ingresso do Parque: $ 95 (Não inclui o transporte da CVC)
Duração do passeio: 6 horas
NOITE
Entrei em uma fria, literalmente. Visitei o Bar do Gelo, localizado em Puerto Iguazú, cidade Argentina. Com temperaturas abaixo de – 10 graus, nele você pode curtir por aproximadamente 30 minutos um ambiente todo de gelo, desde o seu copo às esculturas e paredes do bar! É muito legal e vale a pena a visita.
Transporte: Táxi ou receptivo.
Escolhi mais uma vez a CVC para o passeio. $ 60 ( ida ao bar do gelo e depois um by nigth no comércio de Puerto Iguazú)
Depois do Bar do gelo o passeio segue para uma loja de vinhos argentinos e depois vai para o centro de Puerto Iguazú para jantar e  compras na feirinha local. Lá você pode comer o tradicional bife de chorizo e comprar coisas deliciosas como queijos, alfajors e azeitonas.
Duração: 4 horas
DIA 03
MANHÃ
Hora de conhecer o lado brasileiro das cataratas. Transporte CVC ($50). A primeira parada é no Macuco Safari. Hora de conhecer as cataratas por baixo e tomar um banho gelado.
Genteee, melhor passeio sem dúvidas. Apesar do passeio do Macuco custar $ 215,  foi o dinheiro mais bem gasto da minha vida. Esse passeio inclui uma trilha até chegar aos botes que levam os grupos no passeio pelo Rio Iguaçu.
Duração: 2 horas
Depois do banho é hora de fazer uma trilha pelo Parque Nacional do Iguaçu. No lado brasileiro você também vai passar por vários mirantes de tirar o fôlego.
Duração do passeio: 2 horas
Ingresso do Parque: R$ 37,00
Horário de Funcionamento: R$ 37,00
Almoço:
Sugiro você provar as deliciosas empanadas Argentinas. Saindo do Parque Iguaçu um senhor tem um quiosque que vende as melhores empanadas que comi durante a viagem. E olhe que sobrevivi a base de empandas.
Valor: $15
TARDE
Atravessei a rua e cheguei no Parque das Aves, que abriga mais de 150 espécies diferentes, dos quatro cantos do Brasil e de diversas partes do mundo. Um lugar para quem deseja entrar em contato profundo com a natureza.
Ingressos $40
Duração do passeio: 1h50
Horário de Funcionamento: Todos os dias, das 8h30 às 17h
Como tinha abandonado meu grupo da CVC, que foram conhecer o museu de cera, segui para o hotel de busão. Peguei um ônibus que para na frente do Parque das aves. Hiper tranquilo.
NOITE
Momento consumo da viagem. Parada no Dutyfree na Argentina. É relativamente pequeno e tem opções de várias coisas como bebidas, chocolates, perfumes. Os preços são convidativos, mas se você pretende ir para o Paraguai a minha orientação é guardar a grana.
Juro que no Paraguai você vai encontrar os mesmos itens com preços ainda mais baixos. Então evite arrependimentos nas compras.
Jantar:
Empório com Arte – o local é lindo, hiper aconchegante, atendimento espetacular e comida maravilhosa. Os pratos são verdadeiras obras de artes. Ainda mais se você é como eu que gosta de ostentar comida no #Instagram. Vai deixar seus amigos babando.
Eu estava extremamente cansada, ao ponto que passei mal e tive que embalar minha comida para comer no hotel. Mas não deixem de ir lá.
Horário de Funcionamento: 15:00–23:00
Dia 04:
MANHÃ
Gastei meus últimos centavos indo às compras no Paraguai. Os preços são muitos bons, mas é preciso ter muito cuidado.
Dicas de locais seguros:
Shopping Del Leste ( Bom para comprar cosméticos);
Monalisa (preços mais caros, equivalente o Dutyfree);
Mega eletrônicos
Muito cuidado se você for passar o cartão de crédito, eles podem passar um valor diferente e você perceber bem depois.
Hospedagem: Fiquei no hotel Turrance Green. Muito organizado e localização perfeita. A diária também foi muito justa, custou $180. O hotel oferece café da manhã muito bom e também serve almoço e janta com um preço espetacular e comida muito gostosa. (R$25 o prato)