Escolha uma Página

A não ser que você deseje se tornar uma sereia profissional (sim, isso existe), não é preciso uma calda para ser sereia. O Sereismo virou tendência e tomou conta dos armários dos amantes ou não do oceano. Este termo, criado pela jornalista e blogueira, Bruna Tavares, caiu no gosto popular. Bruna tem um blog Sereismo.com, desde 2013, e aborda tudo relacionado ao universo das sereias e do oceano. (O termo #Sereismo foi patenteado pela blogueira).

Bruna Tavares sereia -Reprodução Instagram

No verão de 2016 o Sereismo ganhou força quando famosas começaram a nadar com caldas. Agora em 2017, o tema ainda está em alta, não é à toa que a atriz Isis Valverde fará uma sereia profissional na personagem Ritinha, da novela A Força do Querer. (Globo, 2017)

MODA

A tendência do Sereismo se estendeu na make, cabelos e acessórios. Uma das febres do momento é tingir os fios no tom verde petróleo (tipo azul turquesa), o famoso Teal Hair. Ana Isa aderiu à tendência, curtiram?

Agora no carnaval esse estilo deu no meio da canela. Se em Olinda tinha sereia? MAGINAAA…!!! (kkkkk).A moda caiu também nas graças das blogueiras que ensinaram (que deu abuso) truques de maquiagem ao estilo sereia.

Nos acessórios, nem se fala. Neste verão as Choker com caldas de sereia e conchas estarão com tudo. Então ainda dá tempo de investir!

Por falar da relação MODA X SEREIA, quem acompanhou e babou com o baile da Vogue este ano viu que os looks foram puro sereismo.

Reprodução Instagram

ESTILO DE VIDA:  

A atração pelas sereias é antiga. Na década de 90 adeptos do estilo Grunge e clubber passaram a usar cores do mar em suas roupas e cabelos. O negócio pegou e muita gente passou a copiar e colar esse estilo.

Mas o Sereismo não está ligado apenas a roupas com conchinhas. Inclusive, os adeptos a este ” estilo de vida” defendem que não é moda, apesar do boom ter ajudado a propagar o estilo.

Os verdadeiros adeptos (homens e mulheres) que, em sua maioria inclusive, nadam com caldas em aquários e piscinas, usam a ideologia para defender a preservação do meio ambiente, dos animais e de uma alimentação mais saudável.

A Jéssica Latchuk, da página Sereia-me, criou alguns quadrinhos com lições importantes sobre o sereismo:

dicas para sereias

 

MITOLOGIA E CULTURA

As sereias ou sirenas, são seres da mitologia grega descritas como parte mulher e pássaro, que atraia os homens com o seu canto. (E conta a lenda que era canto da morte). Em falar em canto, quem conhece a canção “A lenda das Sereias”? Essa canção, de 1989, é considerada o hino das Sereias e foi cantada pela musa Marisa Monte.

 

Mas as rainhas dos oceanos também dominam os filmes e literaturas. Listamos abaixo alguns livros que valem a pena ter na estante:

Sereias – O Segredo das Águas, de Mirella Ferraz: Narra a história de Coral, uma garota exótica, que nasceu envolta em mistérios sobrenaturais e com um estranho fascínio pela água.

Poseidon, de Anna Banks: Emma tem uma beleza fora do comum, com seu cabelo quase branco e olhos cor de violeta. A garota vai descobrir que a sua misteriosa origem é o motivo do seu estilo.

Obvio, que também separamos alguns filminhos para você mergulhar por completo neste universo.

A Pequena Sereia (1989)

Mais conhecida que farinha na feira, a história de Ariel encantou o mundo e nossa infância. Amo essa animação!!!

Aquamarine (2006)

Filme sessão da tarde, mas que dá para passar bem o tempo com a história de duas amigas que estão prestes a se separar – uma delas vai mudar para a Austrália com a mãe – e conhecem a sereia que dá nome ao filme.

Moana (2017)

Não é bem sobre sereias, mas conta a história de uma menina que tem como lema: “Sempre volto pra água, não consigo evitar”. O oceano escolheu Moana para encontrar o semi-deus Maui e restaurar o coração da deusa Te Fiti. Moana cresceu divida entre o oceano e suas responsabilidades como filha do chefe da tribo.  Moama, então, restaura os costumes de seus antepassados, retornando ao mar para descobrir novas ilhas.